Pesquisar

Entenda tudo sobre ME ( Microempresa ) e quais as suas despesas!

Entenda tudo sobre ME e quais as suas despesas!

Com um universo de opções e atividades para se trabalhar, o empreendedorismo tem crescido muito!E como forma de incentivo, em 2006, foi criada a Lei Geral da Microempresa (ME) e Empresas de Pequeno Porte (EPP).

Agora, antes de abrir uma empresa, você precisa saber qual porte e regime é o mais apropriado e quais são suas condições.

E se você já tem uma empresa, é hora de avaliar se você está enquadrado corretamente, e se não corre nenhum risco com o fisco.

Sendo assim, continue esta leitura comigo!

Para facilitar o entendimento, e realizar a melhor escolha, saiba antes o que é regime tributário e porte!

Porte da empresa

O porte diz respeito ao tamanho da empresa, não em metros quadrados, mas referente ao faturamento anual. Ou seja, quanto maior a empresa, maior o seu porte: micro, pequeno ou grande porte. 

Saiba mais sobre os variados tipos de empresa, clicando aqui.

Regime tributário

Já o regime tributário, são as leis que ditam a tributação com base no porte e tipo de atividade que a empresa desempenha.

Os regimes tributários mais conhecidos e comuns são: 

  1. O Simples Nacional é um regime tributário voltado para a simplificação do pagamento de tributos por Microempresas (ME) e Empresas de Pequeno Porte (EPP).

Uma das principais vantagens desse regime tributário é referente aos valores de alíquotas, que são bem menores. Além disso, esse regime também oferece uma simplicidade na agenda tributária, unificando impostos e facilitando o controle dos pagamentos.

  1. Lucro Presumido: Nesse regime, há uma forma de tributação simplificada para estabelecer a base de cálculo do IRPJ (Imposto de Renda de Pessoa Jurídica) e da CSLL (Contribuição Social Sobre o Lucro Líquido).

Este regime geralmente é escolhido por empresas que faturam até R$ 78 milhões por ano.

Além disso, é indicado também para negócios com lucro elevado e que não precisam se enquadrar no Lucro Real.

Por experiência própria, posso te dizer que fazer um excelente estudo tributário sobre sua empresa e realizar a escolha certa, podem te fazer economizar muito!

Para entender melhor sobre Regime Tributário, clique aqui, você será levado para nossa outra matéria!

E aproveite para conhecer nosso serviço de Estudo e Planejamento Tributário, clicando aqui.

O que é ME ( Microempresa )?

Agora que você já sabe que ME se refere ao porte e não ao regime, vamos adiante!

A ME ( Microempresa ) é um dos portes de empresa que se enquadra no Simples Nacional, classificada pelo seu porte, levando em consideração o seu faturamento.

Aqui são contemplados negócios que tenham um faturamento anual de até R$ 360 mil por ano. 

Para entender a diferença entre outros portes, como o MEI, clique aqui!

Quais as principais vantagens da ME?

Nós listamos 3 das principais vantagens, e acredite, já são suficientes para querer aderir a este porte, caso se enquadre!

Menos burocracia

A burocracia de uma microempresa é bem menor em relação às de maior porte, uma iniciativa governamental com o intuito de incentivar os pequenos negócios a entrarem em conformidade com a lei.

Por exemplo, existe uma série de tributos federais, estaduais e municipais (IRPJ, IPI, CSLL, COFINS, PIS, INSS, ICMS e ISS) que são pagos em uma única arrecadação, ou seja, vários impostos em apenas uma guia de pagamento!

Vantagem em licitações

As empresas menores, muitas vezes, concorrem de forma desigual com as de maior porte, já que possuem menos recursos.

Portanto, para evitar este tipo de coisa, o Poder Público garantiu uma série de vantagens para a microempresa nos processos licitatórios.

Vantagem competitiva

Para você atender empresas, você precisa ter um CNPJ, se não, nem se quer entra na competição pelo serviço! 

Por isso, lembre-se que além de ter uma vantagem e facilidade maior para aquisição de máquina de cartão e aluguel de maquinários, ter um CNPJ passa mais credibilidade tanto para fornecedores e para clientes, quanto para os bancos, caso solicite linha de crédito, etc!

Quais são as principais despesas de um ME?

Se você continuou até aqui comigo, é porque já decidiu que a ME ( Microempresa)é a melhor opção para você, acertei?

Confesso que estou feliz com sua busca pelo conhecimento, e porquê certamente você está vivendo um grande momento de sua vida!

Por isso, vamos citar algumas das possíveis despesas que você terá, assim você pode se programar com mais precisão para esta guinada de decisão!

Impostos

A primeira coisa que você precisa saber é que você estará familiarizado com pelo menos 7 principais impostos. São eles:

  • COFINS: Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social  
  • CSLL: Contribuição Social sobre Lucro Líquido 
  • CPP: Contribuição Previdenciária Patronal 
  • IRPJ: Imposto de Renda Pessoa Jurídica 
  • PIS: Programa de integração Social 
  • ISS: Imposto sobre Serviços ou ICMS em caso de empresa comercial.

A princípio, todas estas siglas podem te assustar, mas fique tranquilo!

Estes tributos chegarão a você em uma única guia, a DAS (Documento de Arrecadação do Simples Nacional), desta forma a organização e pontualidade no pagamento dos impostos, certamente estarão em dia.

O que ajuda muito a sua vida como microempreendedor(a).

Portanto, para uma abordagem mais ampla e suporte nesta etapa, fale conosco agora mesmo clicando aqui. Temos uma equipe especializada para te ajudar na abertura e regularização da sua ME.

Certificado Digital

Com o avanço da tecnologia e digitalização dos processos, tornou-se essencial a aquisição de um certificado digital para todos os tipos de negócios.

Isto porque o certificado digital valida a autenticidade de operações da sua empresa, como documentos e notas fiscais.

Ou seja, sua função é inserir a assinatura eletrônica da sua empresa no digital.

Por isso, nós da Bonsenhor Contabilidade realizamos atividades de rotinas externas para você, como agendamento e todo acompanhamento necessário para a emissão dos certificados digitais da sua empresa. Saiba mais aqui.

Gastos Fixos e Variáveis

Quando falamos sobre gastos em geral de uma empresa, devemos lembrar que existem despesas e custos.

Portanto, devemos levar em consideração que as despesas da sua empresa serão os itens para mantê-la operando. Ou seja, despesas como: aluguel, material de escritório, e salário dos colaboradores em geral.

Quanto aos custos, estes estão ligados diretamente aos produtos ou serviços oferecidos pelo seu negócio. Assim como, água para fazer o suco de laranja do cliente, e o motoboy que sai para fazer as entregas.

Dessa forma, quando juntamos esses gatos, podemos dividi-los entre fixos e variáveis.

Os gastos variáveis oscilam conforme a demanda da sua empresa, podendo aumentar ou diminuir sempre que seus serviços ou produtos obtêm baixa ou alta procura.

Já os gastos fixos, mesmo que ocorram oscilações nas buscas dos seus serviços ou produtos oferecidos, se manterão como obrigações do seu negócio. Neste caso, podemos citar como exemplo, o salário dos seus colaboradores.

Dando os próximos passos

Nós sabemos que este pode ser um universo novo para você que está começando seu negócio ou deseja regularizá-lo.

Por isso, conte com a nossa equipe em cada etapa deste processo para te auxiliar.

Sua empresa tem um potencial único e o mercado brasileira precisa de empreendedores como você, que fazem a diferença!Portanto, fale conosco aqui agora mesmo! Afinal, somos do tamanho do seu sucesso!

Compartilhar:

Leia também:

Famosos:

Materiais facilitadores de rotina:

Planilha de Controle Financeiro

Planilha de Índice de Turnover

Busca rápida:

Pesquisar

Comece agora sua jornada de sucesso!

Nós realizamos todo o processo de abertura da sua empresa!

Conosco sua empresa fica não só regularizada, mas também com o mínimo de impostos garantido, isso porque realizamos o estudo tributário da sua empresa!

Aqui, nós cuidamos da burocracia, para você crescer economizando tempo e dinheiro!

Quem-Somos-Bonsenhor-Contabilidade-Contabilidade-para-Agronegocio-Contabilidade-para-COMEX-Contabilidade-ISO-9001 2 (1)